WhatsApp corrige problema de vazamento por instalação de software de espionagem

No domingo passado (12), o WhatsApp corrigiu um vazamento em seu sistema de segurança.

Este vazamento, descoberto no início de maio, possibilitou a instalação de um software de espionagem nos telefones Android e Apple, através da função de chamada.

O software pôde ser instalado por meio de uma chamada no aplicativo, mesmo que o receptor da chamada não tivesse aceito a ligação, informou o Financial Times.

Com o software, foi possível monitorar remotamente os usuários, ligar a câmera do telefone, pesquisar e-mails e mensagens e ver a localização do smartphone.

O software foi desenvolvido pelo grupo israelense NSO.

O Financial Times informou que é possível que o software tenha sido vendido a governos e indivíduos, que o usaram contra ativistas de direitos humanos ou dissidentes.

O grupo NSO usa um aplicativo chamado Pegasus para monitorar as atividades de suspeitos de terrorismo.

Em um comunicado ao Financial Times, a empresa negou seu envolvimento com a violação.

Usuários

O WhatsApp encorajou seus usuários, a atualizar o aplicativo e manter seu sistema operacional móvel atualizado, para proteger contra potenciais explorações direcionadas e destinadas a comprometer as informações armazenadas em dispositivos móveis.

Canal Tech

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Fechar Menu