Volume do Rio Paranaíba está mais de 7 m acima do normal em Patos de Minas; Bombeiros e Defesa Civil fazem alerta

Volume da chuva já causou transbordamento em alguns pontos; afluente, Córrego do Monjo também foi afetado. Moradores de área de risco precisam monitorar volume da água.

O volume de chuva na última semana em Patos de Minas levou o Corpo de Bombeiros e a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) a monitorar diariamente o nível do Rio Paranaíba. As chuvas intensas registradas nesta terça-feira (4) elevou o nível do rio para 7,6 metros acima do normal

Segundo os bombeiros, nos primeiros 3 dias e meio de 2022 foram contabilizados um volume de 46,73 mm na estação meteorológica do 12º Batalhão dos Bombeiros Militares da cidade. O aferimento já constatou que em alguns pontos o Rio Paranaíba já começou a transbordar, fazendo com que o afluente Córrego do Monjolo também extrapolasse o nível e começasse a alagar algumas áreas.

Com uso de drone, o Corpo de Bombeiros monitora pontos próximos às residências e junto com a Comdec deu início ao planos de ações, tanto preventivos, como operacionais, para minimizar possíveis danos à população.

Conforme os militares, com a previsão de chuva para essa semana, a população precisa redobrar a atenção, principalmente as pessoas que moram próximos às áreas ribeirinhas, além de ser necessário o constante monitoramento quanto à subida das águas, mesmo à noite.

Veja orientações dos bombeiros:

  • mantenha os objetos de maior valor em partes mais elevadas
  • procure abrigo em local alto e seco
  • na iminência de inundações, ou havendo infiltrações, rachaduras, barulhos estranhos, abandone a residência
  • no trânsito durante as chuvas, programe bem a rota, evite passar por áreas alagadas
  • não pare carro próximo de postes ou árvores
  • dirija devagar, fique longe do carro da frente e evite locais baixos

Em casos de urgência ou emergência os bombeiros podem ser contatados pelo 193.

G1

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn