Vazante, Lagamar e Guarda-Mor devem vacinar mais de 93 mil animais de 0 a 24 meses contra a Aftosa

Começa nesta sexta-feira (1/11), a segunda etapa anual de vacinação do gado contra a febre aftosa em todo o território mineiro, quando deverão ser vacinados bovinos e bubalinos com idade de zero a 24 meses. 

A vacinação é obrigatória e o produtor que não imunizar o seu rebanho estará sujeito a autuação de 25 Unidades Fiscais do Estado de Minas Gerais (Ufemgs) por animal, o equivalente a R$ 89,83 por animal. Nesta etapa deverão ser vacinados cerca de 10 milhões de bovinos e bubalinos em todo o estado.

De acordo com os dados fornecidos pelo escritório local do Instituto Mineiro de Agropecuária ESEC de Vazante (IMA), a segunda etapa de vacinação deve atingir 93.356 animais com idade de zero a 24 meses nos municípios de Vazante (36.277), Lagamar (26.899) e Guarda-Mor (30.180).

Em 2018, a vacinação atingiu 98% do rebanho nos três municípios, superando a meta de 95% exigida pelo Estado.

O produtor deverá comprovar a vacinação de seu rebanho até o dia 10 de dezembro. O descumprimento dessa norma sujeita o produtor a autuação de cinco Ufemgs, o equivalente a R$ 17,96 por animal.

Este ano, o IMA solicita que o produtor entregue cópia do documento do Cadastramento Ambiental Rural (CAR) no momento da declaração.

Por Anderson Franque / Montanheza 93.5

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Fechar Menu