UFU recebe verba do MEC para poder realizar testes de coronavírus em Uberlândia e Patos de Minas

Serão investidos cerca de R$ 2,8 milhões em recursos de investimento e para custeio. A intenção é que os resultados sejam entregues entre 24h a 72h.

O Ministério da Educação (MEC) liberou, nesta segunda-feira (6), R$ 2,8 milhões para que a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) possa fazer testes de detecção do novo coronavírus nos campi Umuarama, em Uberlândia, e Patos de Minas.

Os testes serão realizados por cientistas da UFU. As propostas foram elaboradas por professores dos institutos de Biotecnologia e Ciências Biomédicas. Segundo o assessor da Reitoria em Patos de Minas, Matheus de Souza, apesar do anúncio, ainda não há previsão para o início dos exames, mas os processos já estão sendo feitos.

“Ainda precisamos de um certificado para podermos trabalhar com os exames aqui em Patos de Minas. Hoje, a demanda é grande e se concentra em alguns centros, gerando uma fila. Na cidade, acreditamos que possa ser feito entre 20 a 40 testes por dia, demorando de 24h a 72h para entregar a resposta aos pacientes”, completou.

Conforme divulgado pela instituição, foi liberada a realização dos exames nos laboratórios de Nanobiotecnologia e de Imunoparasitologia, em Uberlândia, e no de Diagnóstico e Análises Moleculares, em Patos de Minas.

A solicitação inicial do suporte foi feita pela Secretaria de Educação Superior, que perguntou quais entidades poderiam colaborar com os exames. Em seguida, a UFU respondeu ao MEC com três propostas de testes, elaboradas pelos professores dos campi.

A ação realizada pela universidade agora é de viabilizar a compra de equipamentos e materiais, como os equipamentos de proteção individual (EPIs), kits para diagnóstico da Covid-19, além de outros equipamentos como cabine de segurança biológica, reagentes, entre outros. Já os recursos de investimento serão destinados à aplicação em patrimônio, como obras, instalações e equipamentos permanentes, e os de custeio são utilizados em contratos de prestação de serviços, aquisição de materiais de consumo, entre outras despesas.

G1

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Romeu Zema anuncia escala de pagamento

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, anunciou, nesta quarta-feira (28/10), a escala de pagamento dos servidores do Estado em novembro. A primeira parcela, com

Fechar Menu