Uberlândia e Patos de Minas registram mais um caso de coronavírus em investigação, segundo SES-MG

Confira a situação das cidades do Triângulo e Alto Paranaíba. O G1 entrou em contato com as prefeituras.

Uberlândia e Patos de Minas registraram, cada, mais um caso de coronavírus em investigação. Com isso, Uberlândia soma 22 suspeitas sendo investigadas e a cidade continua sendo a segunda em Minas Gerais com maior número de casos suspeitos, atrás apenas de Belo Horizonte (105). Já Patos de Minas passa a ter dois casos sendo analisados. As informações são do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) divulgado nesta quinta-feira (12).

Com esses números, as regiões do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba passam a ter 34 casos suspeitos da doença em investigação. Confira abaixo a situação das cidades das regiões que notificaram casos suspeitos ao Estado.

G1 entrou em contato com a Prefeitura de Uberlândia para saber sobre a nova suspeita. O Município informou que todos os pacientes sob suspeita estão em isolamento domiciliar com orientações médicas. E afirmou que essa medida é adotada por 14 dias a partir da notificação, que é período de incubação do vírus.

Ao G1, a Prefeitura de Patos de Minas afirmou que os dois casos em investigação na cidade são de pessoas que estiveram recente na Itália. Informou ainda que os materiais para exames já foram colhidos e encaminhados para a Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte.

idades das regiões com casos suspeitos de coronavírus

CidadeCasos em investigaçãoCasos confirmadosCasos descartadosTotal de notificações
Uberlândia220325
Uberaba3014
Araguari4004
Patos de Minas2002
Araxá2002
São Gotardo1001
Total nas regiões340438

Uberlândia

Uberlândia tem 22 casos suspeitos de coronavírus em investigação, nesta quinta-feira (11). Além disso, a cidade tem três casos descartados. O Município afirmou que os exame dos três casos descartados para coronavírus tiveram resultado positivo para Influenza.

Uberaba

A Prefeitura de Uberaba havia notificado, inicialmente, dois casos suspeitos de coronavírus: uma mulher e o parceiro dela. Contudo, a SES-MG considerou apenas o caso da mulher como suspeito, que foi descartado no dia 6 de março. Os resultados de ambos pacientes deram negativo para o Covid-19 e também negativo para H1N1.

Já nesta quarta-feira (11), três novos casos suspeitos da doença na cidade foram registrados no boletim epidemiológico do Estado. Segundo a Prefeitura de Uberaba, essas novas suspeitas são de duas jovens, de 20 e 27 anos, e um homem, de 58 anos, que tiveram material colhido para exame e receberam alta, com recomendação para ficarem em isolamento domiciliar. Todos são monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde.

Araguari

Araguari tem quatro casos suspeitos de coronavírus em investigação, nesta quinta-feira (12). Os dois primeiros foram registrados na segunda-feira (9).

Segundo o Município, os quatro pacientes estiveram recentemente em Portugal e apresentaram sintomas característicos de coronavírus. A Prefeitura de Araguari ainda informou que todos coletaram materiais para exames e receberam orientações para isolamento domiciliar.

Patos de Minas

Patos de Minas passou para dois casos suspeitos da doença, conforme boletim divulgado pela SES-MG nesta quinta-feira (12).

O Município informou ao G1 que esses dois pacientes são são moradores da cidade e retornaram recente de Milão, na Itália. O material biológico foi coletado nessas quarta-feira (11) e quinta-feira (12) e encaminhado para a Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte.

A Prefeitura ainda enfatizou que esses dois casos são novos. E o primeiro relatado, anteriormente, no boletim da SES-MG está descartado. Contudo, não há número descartado em Patos de Minas conforme o boletim estadual.

O primeiro caso suspeito na cidade, que segundo o Município foi descartado, trata-se de uma mulher, de idade não divulgada, que esteve em Portugal no final de fevereiro e apresentou sintomas de gripe. Ao G1, a secretária interina de Saúde, Geise Marques, explicou que nesse caso o material para exames foi colhido e foi registrado no sistema a possível suspeita.

“Como a paciente esteve em Portugal, que não é classificado pela OMS como país de transmissão, a Secretaria Municipal de Saúde foi orientada a descartar o material já que a paciente não se enquadrava nos quesitos para suspeita de coronavírus. Portanto, o material não chegou a ser enviado à Funed para análises. O número continua no sistema estadual apenas porque registramos no primeiro momento”, afirmou.

São Gotardo

São Gotardo também continua com um caso suspeito, conforme boletim divulgado pela SES-MG. O G1 também entrou em contato com a Prefeitura de São Gotardo, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.

Minas Gerais

No Estado, há 282 casos suspeitos em notificação, dois confirmados e 22 casos já foram descartados.

O primeiro caso confirmado de coronavírus em Minas Gerais foi divulgado neste domingo (8). Conforme a pasta, trata-se de uma mulher, de 47 anos, moradora de Divinópolis, com histórico de viagem para Itália em fevereiro com retorno ao Brasil em março. Ela não foi hospitalizada e está em isolamento domiciliar.

O segundo caso confirmado foi em Ipatinga, no Vale do Rio Doce.

G1

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Fechar Menu