Trump sobe o tom: “Vamos chamar o Coronavírus de Vírus Chinês”

O presidente americano, Donald Trump, defendeu o uso da expressão “vírus chinês” para referir-se ao novo coronavírus, enfurecendo Pequim. O vírus “veio da China. Acho que esta é uma fórmula muito precisa”, disse Trump. “A China difunde informações erradas de que nosso exército teria transmitido o vírus. Em vez de me meter em polêmica, disse: chamarei ele usando o país de onde vem”.

Já o governo chinês, de forma arbitrária, ordenou nesta terça-feira que correspondentes do New York Times, Washington Post e Wall Street Journal entreguem suas credenciais de imprensa em duas semanas, o que de fato significa sua expulsão do país. O ministério das Relações Exteriores disse que a medida foi tomada em retaliação à decisão de Washington de reduzir o número de chineses autorizados a trabalhar para a mídia estatal chinesa em solo americano.

Este é o mais um capítulo de uma série de desacordos entre os dois países nesta crise global da saúde. Nos últimos dias, várias autoridades chinesas divulgaram teorias sobre uma suposta conspiração e até apontaram que o coronavírus foi trazido para a China pelos militares dos EUA. Por sua parte, os membros do governo Trump usam termos para descrevê-lo que estigmatizam a China como responsável pela doença.

“Os Estados Unidos apoiarão fortemente as indústrias, como companhias aéreas e outras, que são particularmente afetadas pelo vírus chinês”, escreveu Trump no Twittter na segunda-feira.

“O vírus “veio da China. Acho que esta é uma fórmula muito precisa”, disse Trump.

“A China difunde informações erradas de que nosso exército teria transmitido o vírus. Em vez de me meter em polêmica, disse: chamarei ele usando o país de onde vem”. Vários aliados de Trump já se referiram à pandemia como “coronavírus chinês”.

O Regime Ditatorial da China reagiu dizendo que está “indignada” com essa expressão usada por Trump.


Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Fechar Menu