Senado analisa PL para detento ressarcir despesas na prisão

Projeto de Lei que obriga detento a ressarcir o Estado das despesas na prisão é enviado ao Senado Federal.

O plenário do Senado enviará à Comissão de Direitos Humanos da Casa um projeto de lei (PL) que obriga o preso a ressarcir o Estado das despesas com sua permanência no sistema carcerário.

Apresentado em 2015, pelo então senador Waldemir Moka, o projeto passou pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) antes de chegar ao plenário.

A expectativa é que o PL deve ficar por 15 dias na comissão para debates antes de voltar ao plenário, para votação.

A votação do texto estava prevista para esta terça-feira (23) mas o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), acolheu o requerimento do senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) para que o tema seja discutido com mais profundidade.

Segundo o Estadão, o texto original afirma que, no caso de condenados sem condições econômicas, o ressarcimento não deve prejudicar a indenização dos danos provocados pelo crime, desde que determinados judicialmente.

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Fechar Menu