Produtor de Guarda-Mor perde mais de 35 mil após cair em golpe na compra de milho

Um produtor rural de Guarda-Mor foi vítima de golpe ao fazer a compra de uma carga de milho. A transação ocorreu via WhatsApp, o dinheiro foi depositado, mas o produto não foi entregue.

De acordo com a ocorrência policial registrada na noite de quarta-feira (18/11), a vítima, 35 anos, fez a compra da carga de milho por R$ 35.668,00, via TED, dirigido a Valderi Rodrigues Carneiro.

A negociação ocorreu via por ligações telefônicas e mensagens de WhatsApp. Após o pagamento, as ligações passaram a não ser mais atendidas, porém os números continuaram ativos. A última ligação atendida ocorreu na sexta-feira (13), quando o produtor fez a confirmação do depósito bancário.

A vítima disse que fez contato com o Armazém DWG-GUARDA-MOR, que seria o responsável por fornecer a carga de milho. Entretanto, os representantes o informaram que o caminhão já estava carregado com produto (milho) e aguardavam o depósito, que ainda não tinha sido creditado na conta do Armazém, para liberação do veículo.

A vítima disse ainda, que os valores foram depositados em duas contas, sendo uma do Banco C6 S.A, em nome da AGROPECUÁRIA CHAPETTA, e a outra no NUBANK, em nome de Valderi Rodrigues Carneiro.

A vítima não consegue mais contato com o suposto agenciador, bem como, não consegue a liberação da carga de milho no armazém em Guarda-Mor.

Por Anderson Franque / Rádio Montanheza FM 93.5

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Base do SAMU será instalada em Vazante

Após anos de muito empenho e diversas tentativas do prefeito Dr. Jacques Soares Guimarães e demais prefeitos da região — junto à Secretaria de Estado