Presidente do TJ de MG é novo nome levado a Bolsonaro por vaga no STF

Imagem: Divulgação/TJ-MG

A vaga que vai abrir a partir de julho no Supremo Tribunal Federal, com a aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello, ganhou nos bastidores um novo candidato: o desembargador Gilson Soares Lemes, presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

O nome foi levado a Bolsonaro por interlocutores do presidente nos últimos meses. Questionado sobre estar cotado, o desembargador disse que “isso é um sonho de todo magistrado de carreira, tenho 29 anos de magistratura e sempre estudei e me dediquei muito, buscando atender com efetividade aos jurisdicionados”. Lemes afirmou ainda que “chegar ao STF é uma benção de Deus, que, neste momento, está nas mãos do nosso presidente.

Conforme matéria divulgada pela Coluna do UOL, já houve encontro entre o desembargador e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, quando esteve em Belo Horizonte, no dia 26 de fevereiro deste ano. Outro encontro, em 2 de março, foi com o próprio presidente Jair Bolsonaro durante um almoço com um grupo de deputados mineiros e o governador de MG, Romeu Zema (Novo), no Palácio do Planalto.

Gilson Soares Lemes é formado em Direito pela Universidade Federal de Uberlândia, em 1990. Depois, foi promotor de Justiça de 1992 até 1997, quando ingressou na magistratura. É desembargador desde 2016 e tornou-se presidente do TJ-MG em julho do ano passado.

Além dele, o AGU (Advogado-geral da União do Brasil) André Mendonça e o presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Humberto Martins são os nomes cotados para a vaga no STF.

Matéria completa: https://noticias.uol.com.br/colunas/juliana-dal-piva/2021/05/31/presidente-tj-de-minas-gilson-lemes-vaga-stf.htm

Fonte: UOL

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn