Polícia Militar encaminha suspeitos de cometerem assalto em drogaria de Lagoa Formosa para a delegacia

A Polícia Militar encaminhou para a delegacia de Polícia na cidade de Patos de Minas, os suspeitos de terem participado de um assalto ocorrido numa drogaria da cidade de Lagoa Formosa. O crime ocorreu por volta das 11h30 da manhã desta sexta-feira (07/02), na Rua Coronel Cristiano, quando dois indivíduos chegaram ao local em uma motocicleta, cor branca, e após estacionarem o veículo do outro lado da rua, atravessaram a via e entraram no estabelecimento e anunciaram o roubo.

De acordo com preliminares, já dentro da farmácia, os ladrões foram até o caixa, sendo que um deles segura um revólver em uma das mãos. Com isso, o bandido obrigou os funcionários a entregar todo dinheiro que estava no compartimento. Enquanto isso o seu comparsa ainda teve tempo para abordar um dos clientes que estavam no local e tomou um telefone celular. Logo após cometerem o crime, os indivíduos pegaram a motocicleta e fugiram tomando rumo ignorado.

Segundo o boletim de ocorrência, após analisarem as imagens do assalto, os militares iniciaram diligências para tentar localizar os autores, sendo que foi levantada a suspeita que um dos acusados poderia ser um indivíduo conhecido por Junior. Com isso, os militares foram até a residência do suspeito. Chegando ao local, os policiais depararam com uma motocicleta semelhante à utilizada no assalto estacionada em frente à casa do rapaz. Já o imóvel estava com o portão da garagem e as portas abertas e o interior da residência todo revirado. Em cima de um sofá da sala foi localizado o telefone celular roubado de um cliente da farmácia, o qual foi reconhecido pela vitima, inclusive, a vítima desbloqueou o aparelho com senha pessoal.

Em seguida, os policiais foram até uma oficina de motocicletas de propriedade de Jefferson lima de Jesus (feijão), que também poderia estar envolvido no roubo, sendo que tal indivíduo é conhecido pelos militares pela prática de tráfico de drogas. No local os militares perceberam que havia algumas pessoas no interior do estabelecimento, os quais saíram correndo e tentaram esconder nos fundos da oficina. No local existe ainda um minibar, sendo encontrado sob o balcão 2 pedras de substancia semelhante a crack e dezenas de maços de cigarros contrabandeados, entre outros. No local estavam responsáveis pelos materiais, os quais relataram que a propriedade daqueles materiais seria de Jefferson.

Os levantamentos da Polícia Militar levaram também, às prisões de outros suspeitos de terem participação no crime. Diante dos fatos, foram detidos e encaminhados para a delegacia de polícia na cidade de Patos de Minas Uripedes Junior Nogueira Cunha, 20 anos, Salatiel Estevisson Soares, 25 anos, Gether Teixeira dos Santos, 18 anos, Lucas Moreira Silva, 26 anos e Jefferson Lima de Jesus, 23 anos.

Vanderlei Gontijo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Romeu Zema anuncia escala de pagamento

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, anunciou, nesta quarta-feira (28/10), a escala de pagamento dos servidores do Estado em novembro. A primeira parcela, com

Fechar Menu