Polícia Militar dá dicas para evitar acidentes ao dirigir no período chuvoso

A 10ª Companhia da Polícia Militar Rodoviária l de Patos de Minas a elaborou uma lista com 10 dicas para evitar que os motoristas sofram acidentes durante o período de chuvas. O objetivo é orientar o condutor a redobrar o cuidado ao dirigir e dessa forma garantir maior segurança nas estradas do estado.

Dirigir em dias de chuva é sempre um grande desafio, mesmo para os motoristas mais experientes. Imagine, então, a aflição de um novato ao ter que encarar o trânsito debaixo de uma tempestade! Mas, calma! Seguindo algumas dicas preciosas e redobrando a atenção, é possível “sobreviver” à tormenta e chegar são e salvo ao destino. Confira:

1 – MANTENHA DISTÂNCIA DO VEÍCULO À FRENTE
Se manter uma distância segura do veículo que está na sua frente já é recomendado em tempo seco, em dias de chuva é fundamental. A pista molhada e escorregadia facilita colisões, principalmente em caso de freadas bruscas. Uma distância segura é cerca de 10 metros, o que equivale a mais ou menos dois carros.

2 – TENHA CUIDADO COM A AQUAPLANAGEM
Ao passar por cima de uma lâmina d’água, o carro perde o contato direto com o asfalto e derrapa. A esse fenômeno chamamos de aquaplanagem. É o terror dos motoristas nos dias chuvosos. Para evitar a armadilha, tenha sempre os freios em dia e os pneus em bom estado. Ao perceber que o carro perdeu o contato com o solo, mantenha a calma, fique com as duas mãos no volante, tire o pé do acelerador e não pise nos freios nem vire a direção.

3 – PARE O CARRO SE A CHUVA ESTIVER MUITO FORTE
A chuva aumenta e você percebe que a visibilidade está ficando prejudicada, tanto que nem o limpador de para-brisa está dando conta do recado. Nessa hora, o mais indicado é parar no acostamento ou em um local seguro e aguardar a tormenta passar. E, se parar no acostamento, não esqueça: ligue o pisca-alerta para que o veículo que vem atrás veja você e não bata no seu carro.

4 – USE FAROL BAIXO
Na estrada, já é lei. De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, é obrigatório o uso de farol baixo nas estradas, mesmo nos perímetros urbanos. Nos dias de chuva, eles melhoram a visualização dos outros veículos, principalmente se houver neblina. E nada de farol alto, porque ele reflete diretamente nas gotas de chuva, prejudicando a sua visão e a dos outros condutores.

5 – GUIE-SE PELAS LINHAS E TACHÕES NO SOLO
Quando a chuva prejudica a visibilidade e a estrada não tem boa iluminação, uma dica de ouro para não perder o traçado da pista é usar como referência os tachões refletivos que separam as faixas. Principalmente à noite, quando a pista molhada reflete as luzes dos veículos.

6 – UTILIZE O LIMPADOR DE PARA-BRISAS
Além de óbvio, usar o limpador de para-brisas é obrigatório por lei. Dirigir sob chuva sem acioná-lo é considerado infração de natureza grave, segundo o Código Brasileiro de Trânsito. Se perceber que o limpador não está sendo eficiente, pare no primeiro posto de gasolina para fazer a troca das palhetas. A ação do tempo pode ter ressecado as borrachas. Fique atento !

7 – LIGUE OS DESEMBAÇADORES
Além de acionar o desembaçador traseiro ao primeiro sinal de chuva e escolher a velocidade correta do limpador de para-brisas, ligue o ar-condicionado, direcionando a saída de ar para o vidro. Se o seu veículo não tiver ar-condicionado, acione o sistema de ventilação ou deixe uma abertura na janela para que o ar circule.

8 – EVITE FAZER ULTRAPASSAGENS
A pista molhada torna qualquer manobra muito mais arriscada. Por isso, avalie se a ultrapassagem é realmente necessária, principalmente se você estiver numa pista de mão dupla. Tenha plena certeza de que é possível ultrapassar o veículo à frente com total segurança antes de tomar essa atitude. No trânsito, paciência é um grande copiloto!

9 – CUIDADO COM VIAS ALAGADAS
Sabe aquela rua ou avenida que você pega, de vez em quando, quando volta da casa dos seus pais ou quando quer fugir do trânsito? Então, ela alaga em dias de chuva e você não sabia. Nunca tente trafegar por uma via alagada sem ter plena certeza da profundidade de todo o trajeto. Observe os veículos que estiverem passando. Se a água chegar à altura da metade da roda, dê meia-volta. Se resolver se arriscar, engate a primeira marcha e mantenha velocidade constante.

10 – DIRIJA COM AS DUAS MÃOS NO VOLANTE
Tem gente que tem mania de dirigir só com uma das mãos ou costuma fazer isso quando o trânsito está lento, para ler ou trocar mensagens pelo celular. Evite fazer isso. Com chuva, a atenção dos motoristas precisa ser redobrada, não só nas rodovias, mas também nas ruas e avenidas das cidades.

Redobre a atenção, seja sempre paciente no trânsito e, se “o mundo estiver caindo”, pare e espere a tempestade passar.

Lembre-se: a pressa é inimiga da direção. Porque ela vai embora, mas a culpa fica.

PO Notícias

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Fechar Menu