Polícia Militar alerta a população sobre golpes através da clonagem do perfil do Whatsapp

A Polícia Militar alertou a população nesta quarta-feira (21) sobre golpes que estão sendo aplicados através do whatsapp. O golpista clona o perfil da vítima e passa a pedir dinheiro para os contatos dela. Muitas pessoas já relataram ter sido alvo deste tipo de golpe. Várias orientações foram prestadas pela PM para evitar a consumação dos crimes.

De acordo com a Ascom do 46º BPM, por volta das 10h40, a Polícia Militar foi acionada pela vítima que relatou que, na segunda-feira (19), seu irmão teria entrado em contato com ela, relatando que uma pessoa utilizando um número desconhecido de sua agenda de telefone, através de mensagem de texto pelo aplicativo whatsapp, se passou pela vítima e solicitou depósitos em dinheiro a seu irmão.

Que seu irmão desconfiado da situação, uma vez que a linguagem utilizada pela pessoa era diferente da que a vítima costuma usar, entrou em contato lhe avisando da situação.

Ainda segundo a vítima, no dia 12 de outubro, por volta das 09h00, sua mãe também recebeu mensagens do mesmo teor, solicitando depósitos em dinheiro através de um número desconhecido. Na ocasião, o criminoso teria se passado pela vítima, inclusive utilizando de fotos pessoais dela no perfil do whatsapp.

Segundo a vítima, não tomou conhecimento, até o registro da ocorrência, se algum contato pessoal teria feito algum depósito e registrou os fatos. A Polícia Militar alerta a comunidade sobre medidas de segurança contra clonagens do perfil do whatsapp: proteja suas informações e dados pessoais nas redes sociais, cuidado com e-mail e links suspeitos; ative a confirmação em duas etapas de seu aplicativo Whatsapp; nunca repasse o código de segurança do aplicativo a terceiros; sempre desconfie de solicitações de valores por pessoas de sua rede de contato; caso receba solicitações de depósitos, transferências, pagamentos de boletos, entre em contato imediatamente e avise a pessoa pois ela é vítima da clonagem; tire prints das conversas e determine que a pessoa lhe envie um áudio para explicar melhor a sua solicitação. E, em caso de dúvidas, acione a Polícia Militar.

PO Notícias

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Fechar Menu