Polícia Federal faz buscas em empresas contratadas pela Vale para auditoria em barragens

des: Belo Horizonte ( 2 mandados) e São Paulo (2 mandados).

Segundo investigadores , todas as empresas que são alvo da operação já fizeram auditoria em Brumadinho (MG). A barragem localizada na cidade rompeu no fim de janeiro e deixou centenas de mortos e feridos.

As buscas foram autorizadas pela Justiça Federal em Minas Gerais no âmbito do inquérito da PF sobre o desastre em Brumadinho.

Investigações

A PF abriu inquérito um dia após a tragédia para investigar o rompimento da barragem.

A Polícia Civil de Minas também investiga o caso. Oito funcionários da Vale foram presos na semana passada. Segundo o Ministério Público, eles tinham pleno conhecimento da situação de instabilidade da barragem 1 da Mina Córrego do Feijão e tinham o dever de fazer a evacuação de risco para que vidas fossem poupadas.

Em 29 de janeiro, cinco pessoas foram presas. Dois engenheiros da empresa TÜV SÜD, que prestavam serviço para a Vale, e três funcionário da empresa. Os cinco já foram liberados, mas continuam investigados.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Guarda-Mor registra novos casos da Covid-19

Guarda-Mor teve seu quadro epidemiológico da Covid-19 alterado, conforme o boletim divulgado pela secretaria Municipal de Saúde, nessa quinta-feira (17). Mais dois casos positivos foram

Fechar Menu