Polícia Civil prende Edmar Lopes Vidal, suspeito de participar de chacina na MGC 354

A Polícia Civil de Patos de Minas prendeu nesta sexta-feira (03) um dos principais suspeitos da execução da chacina que deixou três mortos na MGC 354. Edmar Lopes Vidal foi preso na cidade de Uberlândia. A chegada dele na Delegacia de Plantão provocou forte reação de outros presos que estavam no local, com gritos, xingamentos e ameaças.

As investigações em torno do triplo homicídio e da tripla tentativa de homicídio apontam para o grupo de Edmar Lopes Vidal. O homem de 31 anos estaria dentro do veículo que interceptou o carro das vítimas na MGC 354 e que efetuou dezenas de disparos, tirando a vida de Luiz Fernando, o Mascotinho, Balbino e Maria Alice.

A Justiça decretou a prisão preventiva de Edmar. A Polícia Civil passou a investigar o paradeiro do suspeito e descobriu que ele estava em uma casa no bairro Santa Mônica em Uberlândia. Uma grande operação foi montada com a participação de policiais de Patos de Minas e de Uberlândia e ele acabou sendo preso.

Edmar chegou a Patos de Minas por volta de 20h30. A reação de outros presos que estavam na Delegacia de Plantão, com xingamentos e ameaças, chamou a atenção. Para o delegado de homicídios, Érico Rodovalho, isso reforça a linha de investigação da Polícia Civil em torno do crime que chocou a cidade.

A Polícia Civil trabalha agora para prender os outros dois homens que estavam no carro e que participaram da chacina na MGC 354.

PO Notícias

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Fechar Menu