Polícia Civil conclui inquérito sobre a morte de Edifani Pereira dos Santos

A Polícia Civil divulgou, nessa terça-feira (17), que concluiu o inquérito que apura a morte de Edifani Pereira dos Santos, 49 anos, em fevereiro deste ano, em uma fazenda localizada zona rural de Vazante. Ele foi morto com um disparo de arma de fogo na cabeça.

O autor, Éder Mariano de Castro, de 27 anos, foi identificado e preso um dia depois na região da Taboca. A arma usada no crime foi encontrada na cidade de Lagoa Grande, na casa de um primo do autor. O celular da vítima também estava em posse do autor que o subtraiu após consumar o homicídio.

Ele foi ouvido pela Polícia e confessou a autoria do crime.

De acordo com o delegado André Luiz, Éder Mariano de Castro foi indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil, além de fraude processual por inovar a cena do crime com o intuito de induzir a erro a Polícia e o Judiciário.

Segundo o delegado, a Polícia Civil manifestou pela conversão de sua prisão temporária, que se encerra no domingo (22), para prisão preventiva. Uma representação foi feita e encaminhada ao poder Judiciário.

Éder Mariano de Castro está preso desde 21 de fevereiro de 2020.

Anderson Franque / Montanheza FM 93.5

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Fechar Menu