Patos de Minas tem o 1º óbito por Chikungunya; Vazante está com incidência alta de Dengue

A cidade de Patos de Minas teve novas mortes por dengue confirmadas no Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nesta terça-feira (16). Os dados monitoram os casos de Dengue, Chikungunya e Zika.

Em uma semana, o município saltou de um para quatro óbitos por dengue. Além disso, também houve a confirmação de um óbito pela febre Chikungunya, o primeiro registro em Minas Gerais.

Assim, o boletim mostra que as regiões do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas que tiveram mortes por dengue confirmadas até o momento são: Araguari (1), Estrela do Sul (1), Frutal (2), Ibiá (1), Ituiutaba (1), João Pinheiro (5), Monte Carmelo (1), Paracatu (1), Patrocínio (2), Rio Paranaíba (1), Sacramento (1), Uberaba (2), Uberlândia (16), e Vazante (2).

Em todo o estado, foram confirmados 117 mortes pela doença em 2019. Ao todo, são 126 óbitos em investigação para dengue.

Na região, os municípios que estão com incidência muito alta de dengue são: Lagamar (150), Coromandel (352), Guarda-Mor (442), Lagoa Grande (501), Vazante (761), Presidente Olegário (783), João Pinheiro (1.724) e Patos de Minas (7.006).

Esta taxa é calculada pela SES-MG com base na faixa populacional de cada município.

Por Anderson Franque/Rádio Montanheza 93.5 com informações G1

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Senado aprova MP da Liberdade Econômica

Proposta enviada pela Câmara permitia trabalho aos domingos e feriados com regras diferentes da CLT. O Senado Federal aprovou, nesta quarta-feira (21), a medida provisória

Fechar Menu