Operação mira em quadrilha especializada em golpe do WhatsApp

As autoridades cumprem, nesta quarta-feira (6/4), mandados de prisão e de busca e apreensão contra membros de organização criminosa especializada no uso de dados pessoais para a prática de estelionatos por meio do aplicativo WhatsApp.

A ação faz parte da operação Camaleão que integra o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), a Polícia Militar de Minas Gerais, o Ministério Público do Mato Grosso, polícias civil e militar do Mato Grosso. 

Organização criminosa gerou danos estimados em R$ 1,8 milhão e vítimas de diversos estados brasileiros. 

Representantes das instituições convocaram coletiva de imprensa, às 15h30, para mais detalhes. 

Fonte: Itatiaia

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn