Odebrecht delata codinome de Toffoli nas planilhas da propina

As informações foram apresentadas em mais uma delação premiada que o ex-presidente da construtora Odebrecht fez à Polícia Federal (PF), no âmbito da Operação Lava Jato.

Durante conversa com a PF, o empresário Marcelo Odebrecht revelou novos codinomes presentes na lista do “departamento de propinas” da sua empreiteira.

Na última terça-feira (9), o ex-executivo entregou à PF mais um codinome presente na lista de propinas da Odebrecht, que, caso seja verídico, pode colocar em polvorosa o cenário jurídico-político.


Segundo o delator, o codinome “Amigo do amigo do meu pai” trata-se do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffolisegundo a revista Crusoé.

O codinome “Amigo do meu pai” já tinha sido revelado anteriormente pela Lava Jato. O apelido se referia ao ex-presidente Lula da Silva (PT), atualmente preso em Curitiba.

“Meu pai” identificaria Emílio Odebrecht, pai de Marcelo. Confira abaixo um trecho do documento entregue à PF pelo empresário.




Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Guarda-Mor registra novos casos da Covid-19

Guarda-Mor teve seu quadro epidemiológico da Covid-19 alterado, conforme o boletim divulgado pela secretaria Municipal de Saúde, nessa quinta-feira (17). Mais dois casos positivos foram

Fechar Menu