Município de Vazante adota medidas para o combate a Dengue

Minas Gerais é o estado com o maior número de casos prováveis de dengue no Brasil, segundo o último boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde. Em 2019, foram notificados 482.739 casos suspeitos e 154 pessoas morreram em decorrência da doença em MG.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, a taxa de incidência (número de casos a cada 100 mil habitantes) de dengue em Minas Gerais é de 2.280,4. A dengue é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti, assim como a zika e a chikungunya.

No Brasil, ao todo, foram notificados 1.489.457 casos prováveis de dengue, no período de 30/12/18 até o último dia 12 de outubro. Já foram confirmadas 689 mortes no país. Duas delas ocorreram em Vazante.

A campanha de combate à dengue foi antecipada na primeira quinzena de setembro, devido ao alto número de casos. Mais chuva em determinadas regiões, altas temperaturas, menos prevenção, mais pessoas suscetíveis à doença e mudança do sorotipo são alguns dos fatores que colaboram para esse aumento.

Conforme a Vigilância Epidemiológica, o município de Vazante está com um índice alto de dengue. Em 2019 foram registradas 849 notificações. Os casos confirmados chegaram a 425 e 305 ainda estão aguardando exames laboratoriais. Do total de notificações, 119 foram descartadas.

Ainda segundo a Vigilância Epidemiológica, nos últimos dois meses foram confirmados sete casos de dengue e alguns estão sendo averiguados.

Medidas estão sendo tomadas para combater mosquito transmissor da Dengue no município.

O secretário Municipal de Saúde, Gabriel Rosa, falou sobre a questão em entrevista à Rádio Montanheza nesta segunda-feira (4). Ele estava acompanhado da coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Cristiane Vitor. Ouça à entrevista a seguir.

Gabriel Rosa – Cristiane Vitor

Por Anderson Franque / Montanheza 93.5

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Fechar Menu