Mulher é encontrada morta na zona rural de Presidente Olegário

Uma mulher, de 47 anos, foi encontrada morta na madrugada desta quarta-feira (25/12). O fato aconteceu em uma fazenda que fica a cinco quilômetros da cidade de Varjão de Minas, porém no município de Presidente Olegário. O companheiro dela, teria se envenenado pouco depois e está internado em estado grave.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi informada por testemunhas que havia um corpo de mulher na sede da fazenda. O cadáver de Neide Oliveira da Silva estava caído próximo à cama e seminua. O morador da casa disse que ainda tentou acordar a mulher, porém percebeu que estava fria, já sem vida.

Neide morava com o companheiro, Josué Samuel de Lima, de 40 anos. O morador disse ainda que passou a ceia de natal na casa do irmão e quando retornou, encontrou o corpo no interior da casa, que estava destrancada. Ele então chamou Josué. Ao chegar ao local e ver que a amásia estava morta, Josué se desesperou, começou a gritar e saiu correndo do local.

Enquanto registrava o boletim de ocorrência, os policiais foram informados que Josué deu entrada no Pronto-socorro Municipal de Varjão de Minas, com suspeita de envenenamento. Ele foi encontrado se contorcendo de dor às margens de uma estrada de chão.

Após ser socorrido, Josué sofreu paradas cardiorrespiratórias, foi reanimado e transferido às pressas para o Hospital Regional de Patos de Minas, em estado grave. A perícia foi acionada e constatou que na casa havia indícios de ter ocorrido uma briga no local.

O corpo de Neide foi levado para o Instituto Médico Legal de Patos de Minas, onde será constatada a causa da morte. O caso será investigado pela Polícia Civil.

PO Notícias/ Fonte:Igor Nunes (Patos Notícias)

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Romeu Zema anuncia escala de pagamento

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, anunciou, nesta quarta-feira (28/10), a escala de pagamento dos servidores do Estado em novembro. A primeira parcela, com

Fechar Menu