Moradores de Patos de Minas relatam preços abusivos nas contas de energia de maio e até junho

Algumas pessoas receberam a conta de maio com mais do dobro do valor.

A conta de energia de maio já está chegando nas residências de Patos de Minas, mas os valores estão assustando. Muitos moradores relataram preços muito diferentes do que acostumavam a pagar. Algumas pessoas receberam a conta de maio com mais do dobro do valor. A conta de junho de uma família já chegou e o valor é muito diferente do acostumado. 

Moradores dos Bairros Campos Elíseos, Residencial Gramado e Jardim Céu Azul, por exemplo, informaram que receberam contas com valores exacerbados. As contas passaram de R$57,65 para R$387,86; outra foi de R$196,00 para R$445,00; teve ainda de R$48,46 para R$341,85; uma quarta conta foi de R$49,00 para R$248,00 e uma quinta residência pagava R$51,00 e passou ao valor de R$ 195,00.

Eles relatam que a surpresa foi muito grande. “Pessoas que gastaram a mesma quantidade de kwh no mês passado, este mês terão que pagar o dobro pela mesma quantidade.  O problema é que a maioria das reclamações das pessoas é que a rotina continuou a mesma, ou seja, continuam trabalhando e mesmo assim o consumo aumentou de uma forma suspeita”, relatou um morador que enviou as tarifas para o Patos Hoje.

O morador também informou que em uma residência onde só moram irmã, mãe e filho, sendo que ambas continuam trabalhando, o valor passou de R$133,00 para R$300,00. E outra conta chamou a atenção também pela data. A conta de vencimento em junho já chegou e o valor foi de R$R$ 188,33 (maio) para R$ 247,71 (junho). 

Os moradores cobram uma explicação da CEMIG. As bandeiras continuam verde e não houve reajuste no valor do kwt. Moradores de diversos outros bairros também sentiram esse aumento sem entender o motivo. No Bairro Laranjeiras, por exemplo, uma moradora disse que a conta veio com R$100,00 a mais e a da mãe, que está viajando, veio R$20,00 a mais. 

A situação é mesmo de se indignar. Muitas pessoas sofreram perda nos rendimentos devido à pandemia e ainda terão que custear mais esse aumento. Sem falar que, no geral, a não ser o combustível, tudo sofreu reajuste. O Patos Hoje entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da CEMIG e foi solicitado que as pessoas informem o número de instalação dos clientes na Cemig (essa informação está na parte superior da conta de energia) para verificar o que houve.

De acordo com a Assessoria de Comunicação da CEMIG, devido à pandemia, as agências de atendimento presencial da Cemig estão fechadas por tempo indeterminado e o Fale com a Cemig – telefone 116 está priorizando os serviços emergenciais, como falta de energia, até que a situação esteja controlada. Dessa forma, a Cemig orienta seus clientes a solicitarem os serviços pelos canais digitais de atendimento.

Os clientes podem solicitar serviços por plataformas digitais como o aplicativo Cemig Atende (disponível para Android e IOS), a agência virtual Cemig Atende Web (disponibilizada no endereço www.cemig.com.br), o SMS (enviar um torpedo para o número 29810) e os aplicativos Telegram e Whatsapp.

No Whatsapp, o atendimento é feito pelo número (31) 3506-1116. Nesse canal é possível consultar débitos, emitir a segunda via de fatura e informar a leitura do medidor. Já no Telegram, o cliente pode acessar três serviços: segunda via de conta, informe de leitura e aviso de falta de energia. Basta procurar a Cemig dentro do aplicativo ou adicionar o contato @CemigBot. Nesses canais, é possível realizar solicitações com agilidade e rapidez, sem a necessidade de sair de casa.

Patos Hoje

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Fechar Menu