Medidas do Governo Federal garantem abastecimento de alimentos

Governo também trabalha para garantir a exportação dos produtos brasileiros

O Governo Federal vem adotando medidas que visam assegurar alimentos para a mesa dos brasileiros e para exportação em meio à pandemia do coronavírus chinês.

A produção alimentícia evita riscos de desabastecimento para a população durante a pandemia do coronavírus chinês. Segundo a ministra de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, o Governo Federal está trabalhando para garantir que não falte comida nas mesas dos brasileiros e que a logística de transporte dos alimentos continue a funcionar.

“Nós temos trabalhado muito junto ao ministro Tarcísio para integração do transporte, porque nós estamos colhendo a maior safra do Brasil. O produtor precisa retirar produtos da lavoura e os insumos precisam chegar para o plantio da próxima safra para que a população continue sendo abastecida”, destacou a ministra.

O presidente Jair Bolsonaro assinou o Decreto nº 10.282 de 20 de março de 2020, que institui os serviços essenciais que não podem parar de funcionar no Brasil em decorrência da pandemia do coronavírus chinês.

O decreto prevê a manutenção da logística de transporte como operações de transporte coletivo ou individual de funcionários que atuem em atividades da cadeia de produção; transporte e entrega de cargas em geral; portos, entrepostos, ferrovias e rodovias, municipais, estaduais e federais para escoamento e distribuição de alimentos, bebidas e insumos agropecuários entre outros.

Sem parar

Máquinas colhendo soja, caminhões sendo abastecidos e distribuindo alimentos pelas cooperativas. Assim segue diariamente o trabalho na propriedade rural em Campos Novos (SC), do produtor rural Jeferson Rocha. “Nossa atividade no campo não cessou em nenhum momento apesar dessa crise do vírus. A nossa atividade de produzir alimentos é uma atividade essencial e a legislação nos assegura o mínimo de funcionamento”, disse.

O agronegócio tem sido o motor da economia brasileira, de acordo com a ministra, e o Governo Federal também está atuando para garantir a exportação dos produtos brasileiros. A Tereza Cristina reforçou que o fechamento das fronteiras do Brasil com os vizinhos da América do Sul não atinge o fluxo de mercadorias e que os detalhes da logística de exportação de cada categoria de produtos estão sendo acompanhadas junto às embaixadas dos parceiros comerciais do País.

Com informações, Voz do Brasil.


Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Fechar Menu