Médico tem surto psicótico em apartamento, dispara arma de fogo e PM realiza invasão tática em Uberlândia

Ação da polícia se deu ante negativa do idoso em liberar acesso; Esposa estava no local, mas nada sofreu. Após entrada da polícia, dono da casa foi contido, medicado e levado para a UAI Martins.

A Polícia Militar (PM) fez uma invasão tática, na tarde desta terça-feira (23), em um apartamento localizado na Rua Rafael Rinaldi, no Bairro Osvaldo Rezende, em Uberlândia. No local, o proprietário, um médico de 81 anos tinha entrado em surto psicótico e a esposa, de 65 anos, ficou abrigada no banheiro da residência, porém não teve a vida colocada em risco pelo marido. Durante as negociações com a PM, o idoso fez um disparo contra a porta de entrada.

Os militares foram até o local, após serem informados sobre uma briga do casal. O ingresso dos policiais no apartamento foi realizado diante da negativa do médico em liberar o acesso. Após a entrada, ele foi contido, medicado e levado pelo Sistema Integrado de Atendimento a Trauma e Emergência (Siate) para a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) Martins. Devido ao disparo contra a PM, o idoso vai responder por homicídio tentado.

A princípio, segundo informações de uma vizinha que não quis se identificar, o idoso faz acompanhamento psiquiátrico e teria ficado irritado com o fato da filha ter ido até a profissional médica sem ele e de lá ter realizado uma chamada de vídeo. Porém, essa versão não foi confirmada pela PM.

Durante a ação policial, que teve início por volta das 14h30 e foi encerrada às 18h, a rua onde o prédio está localizado foi isolada pela PM.

G1

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn