Macrorregião Noroeste progride para Onda Amarela do ‘Minas Consciente’

A macrorregião de saúde Noroeste progrediu para a Onda Amarela do Minas Consciente. A área estava na Onda Vermelha desde a reformulação do plano estadual, que ocorreu no final de julho. O avanço foi divulgada pelo Estado na quarta-feira (26) e passa a valer a partir deste sábado (29).

A classificação Amarela permitir o funcionamento de estabelecimentos não essenciais, como bares e restaurantes com consumo no local, além de autoescolas, salões de beleza, lojas de roupas, academias e agências de viagem, desde que os critérios de segurança sejam cumpridos.

Segundo o governo de Minas, a progressão foi possível após um estudo, desenvolvido nos últimos 15 dias pela Secretaria de Saúde, mostrar que 24% dos mineiros possuem acesso à rede de Saúde suplementar e que, portanto, os quase 700 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis em hospitais privados aumentam ainda mais a capacidade assistencial no estado.

A macrorregião de saúde Noroeste é composta por microrregiões. Vazante, Lagamar, Guarda-mor, Presidente Olegário, Lagoa Formosa, São Gonçalo do Abaete, Varjão de Minas, Guimarânia, Cruzeiro da Fortaleza, Serra do Salitre fazem parte da microrregião Patos de Minas, que atualmente está inserida na Onda Amarela.

Por Anderson Franque / Montanheza FM 93.5

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Fechar Menu