Lázaro Barbosa é morto em Goiás após 20 dias de buscas

As polícias de Goiás e do Distrito Federal fizeram um cerco em um bairro de Águas Lindas de Goiás nesta segunda-feira (28) onde ele teria sido visto pela região neste domingo (27).

O criminoso Lázaro Barbosa morreu nesta segunda-feira (28) após um confronto com a força-tarefa policial que o buscava há 20 dias. Ele é suspeito de matar quatro pessoas de uma mesma família no Distrito Federal. A prisão do bandido foi confirmada por volta das 9h30 pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado e, mais tarde, a Polícia Civil confirmou que o foragido morreu após ser baleado. Lázaro foi detido em uma área de mata em Águas Lindas de Goiás, onde mora uma ex-mulher dele.

As polícias de Goiás e do Distrito Federal fizeram um cerco em um bairro de Águas Lindas de Goiás nesta segunda-feira (28) onde ele teria sido visto pela região neste domingo (27).

Segundo moradores do Setor Itamaracá, o suspeito da chacina que vitimou toda uma família em Ceilândia foi visto no bairro por volta das 21h. Os residentes acionaram a polícia, mas Lázaro fugiu pela mata. O cerco foi montado na região durante a madrugada.

Desde o fim de semana, dois veículos radiocomunicadores da Polícia Militar do Rio de Janeiro estavam auxiliando nas buscas como antenas repetidoras para facilitar a comunicação dos policiais.

A força-tarefa investigava um perfil falso no Instagram, que teria sido criado por Lázaro para acompanhar as buscas por ele. O caseiro Alain de Santana, que chegou a ser preso por ajudar o criminoso a se esconder, afirmou que Lázaro tem utilizado o celular.

UOL

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn