Jovem inventa que teria sido estuprada e acaba na delegacia junto com a mãe em Patos de Minas

As duas vão responder por falsa comunicação de crime.

Uma jovem de 18 anos foi presa e encaminhada para a delegacia depois de inventar que teria sido estuprada em Patos de Minas. Ela teria ficado fora de casa por quase uma semana e disse que havia sido abusada sexualmente por um idoso. A Polícia Militar descobriu a verdade e ela acabou sendo presa junto com a mãe que confirmou a versão falsa da filha. As duas vão responder por falsa comunicação de crime.

De acordo com informações do boletim de ocorrências, a Polícia Militar foi acionada por funcionários do Hospital Regional pois havia dado entrada na unidade uma jovem relatando que havia sido vítima de estupro. Ainda segundo os funcionários, a jovem de 18 anos foi deixada no local por uma unidade do Samu reclamando bastante de dores nas partes íntimas. Questionada, a garota disse aos militares que conheceu um idoso e que ele lhe encorajou a fugir de casa no início da semana.

Ela disse ainda que o idoso a manteve em cárcere privado e lhe obrigava a praticar relações sexuais com ele todos os dias. A jovem ressaltou que só conseguiu fugir na manhã de hoje tendo voltado para casa e contado os fatos para a mãe que, por sua vez, chamou o Samu para levar a filha ao hospital. Sendo assim, os policiais iniciaram diligências e conseguiram localizar o idoso que, prontamente, negou toda a versão apresentada pela garota. Ele disse que a conheceu em um centro espírita e que nunca a hospedou em sua residência. Ele inclusive mostrou mensagens de celular comprovando sua inocência.

Os policiais então voltaram para o hospital e questionaram a jovem novamente. Ainda segundo o registro da ocorrência, ela entrou em diversas contradições. A suspeita teria dito ainda que era virgem e que o idoso havia violado sua integridade. O médico que atendeu a jovem preferiu não passar maiores dados aos militares. Questionada, a mãe da garota continuou defendendo a versão da filha dizendo que ela saiu de casa na última segunda-feira (06) e só voltado hoje. Diante de todos os fatos, mãe e filha receberam voz de prisão e foram conduzidas para a delegacia pelo crime de falsa comunicação de crime.

Patos Hoje


Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn