Jovem é internada com suspeita de coronavírus em BH ; Anvisa reforça atenção em portos e aeroportos

No total, a infecção já matou 106 pessoas, deixando mais de 4 mil infectados.

Uma jovem, de 22 anos, foi internada em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, com suspeita de contaminação pela nova variante de coronavírus.

A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SESMG), nesta segunda-feira (27).

De acordo com a pasta, a possível infectada está hospitalizada desde sexta-feira (24), quando desembarcou no Brasil depois de passar pela cidade de Wuhan, na China, onde o vírus começou a se espalhar.

Ao desembarcar em BH, a jovem registrava problemas respiratórios e febre, em quadro condizente com os sintomas da infecção viral, informa o site Metrópoles.

Este é o segundo caso suspeito na capital de Minas. Na última semana, houve um caso de uma mulher de 35 anos, que foi descartado após atendimento, segundo os critérios da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Antônio Barra Torres, presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), confirmou, nesta segunda-feira (27), o reforço na atenção para casos suspeitos de coronavírus em portos e aeroportos. 

A vigilância será mais forte nos locais que recebem passageiros procedentes da China, local onde foram registradas as primeiras ocorrências do vírus. 

Apesar de elevar o alerta, a Anvisa não vai alterar os procedimentos que já eram adotados para outras doenças.

De acordo com Torres, os protocolos já existentes estão estabelecidos e atualizados.

As principais recomendações são: lavar as mãos, sobretudo antes de consumir alimentos, usar lenços descartáveis e cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir.

Torres destacou que determinadas situações exigem a adoção de medidas restritivas do trânsito de pessoas, como ocorreu na China. 

Metropoloes

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Fechar Menu