Implantação da nova placa Mercosul em Minas Gerais é adiada pelo Detran

A implantação da placa Mercosul, prevista para ser obrigatória no emplacamento de veículos novos a partir desta sexta-feira (31) em todo o país, segue sem data definida para começar em Minas Gerais.

De acordo com comunicado do Departamento de Trânsito de Minas (Detran-MG), o prazo oficial foi adiado no Estado porque as empresa fabricantes das placas ainda estão em processo de cadastro.

Prazo de até 60 dias

“O credenciamento de estampadoras e fabricantes de placas veiculares começou na última quarta-feira (29), com a publicação da Portaria nº 49/2020”, comunicou o Detran-MG. Os requerimentos das empresas para confeccionar a nova placa Mercosul serão analisados em até 60 dias.

De acordo com o Detran-MG, a data de início do emplacamento com o novo modelo, com quatro letras e três números, será amplamente divulgada, nos próximos dias, por meio do portal do órgão, redes sociais e veículos de comunicação.

Quando a placa Mercosul será obrigatória?

Para primeiro emplacamento do veículo, ou seja, carros zero-quilômetro; transferência de Estado ou município; em caso de mudança de categoria; e também de perda, furto, roubo ou rompimento de lacre da placa atual – com três letras e quatro números.

Quem voluntariamente quiser trocar a placa antiga pela nova, também será permitido. Fora todos estes casos, a antiga placa continua valendo, e não é obrigatória a substituição.

O valor cobrado pela placa Mercosul ainda não foi estabelecido pelas fabricantes em Minas. Em outros Estados, a nova identificação tem custado, em média, R$ 115 a R$ 130.

Até 450 milhões de combinações

A nova placa Mercosul possui quatro letras e três numeros e permite até 450 milhões de combinações. Ela tem sempre fundo branco. O que muda é a cor da fonte das letras e números.

Serão pretos para carros de passeio, vermelhos para veículos comerciais, azul para carros oficiais, verde para veículos em teste, dourados para automóveis diplomáticos, e prateados em carros de colecionadores.

QR Code

O novo padrão de placa possui um QR Code, gerado pelo Serpro, que armazena informações sobre o fabricante, data da fabricação e o número serial da placa. O código bidimensional pode ser lido por aplicativo, disponibilizando aos agentes de trânsito dados do veículo, do proprietário, do fabricante e do estampador da placa.

O Tempo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Fechar Menu