Homem invade igreja evangélica e mata ao menos quatro pessoas em Paracatu

Um homem entrou em uma igreja evangélica da cidade de Paracatu, na Região Noroeste do Estado, e disparou vários tiros de arma de fogo na noite desta terça-feira (21/05). O ato aconteceu na Igreja Batista Shalom, situada no Bairro Bela Vista. Ele foi identificado como Rudson Aragão Guimarães.

Até o momento, as informações são superficiais. Segundo o a Polícia Militar (PM), o suspeito foi até a casa da ex-namorada, onde também estava a mãe dele. Lá, desferiu uma facada contra o pescoço da ex-companheira. Depois, o atirador correu para o templo onde efetuou os disparos. Inicialmente, ele matou dois idosos com disparos na cabeça.

Instantes depois, pegou outra mulher como refém. A Polícia Militar (PM) chegou ao local da ocorrência e, neste momento, o homem matou a refém. No total, quatro pessoas foram mortas pelo suspeito. Quanto ao suspeito, policiais militares atiraram contra a clavícula dele. O homem foi socorrido para o hospital da cidade em estado grave e está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

De acordo com o porta-voz da Polícia Militar, major Flávio Santiago, policiais que estavam a patrulhar próximo ao local evitaram um massacre maior. “Temos a informação de que ainda haviam 20 pessoas no local e ele estava com mais 6 munições intactas, se a PM não tivesse chegado a tempo, a situação seria muito pior.”

Conforme o Corpo de Bombeiros, o pastor da igreja sofreu um ferimento no tornozelo. Não há informações sobre o estado de saúde dele. O atirador usou uma garrucha com capacidade para um tiro. A arma foi apreendida com seis munições não deflagradas.

Em depoimento a nossa reportagem, um militar que frequentava a igreja informou que Hudson era frequentador do templo. Contudo, só ia esporadicamente aos cultos.

Segundo a PM, ele já teve problemas com drogas e teria deixado a igreja por este motivo. Segundo relatos de moradores de Paracatu, o homem reclamava de ouvir vozes. “Tudo indica que foi um surto (psicótico)”, afirmou o tenente-coronel Luiz Magalhães, do 45ª Batalhão de Polícia Militar de Paracatu.

O hospital de Paracatu tentou ser invadido por populares. Por isso, a polícia precisou cercar o local.

Po Noticias

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Senado aprova MP da Liberdade Econômica

Proposta enviada pela Câmara permitia trabalho aos domingos e feriados com regras diferentes da CLT. O Senado Federal aprovou, nesta quarta-feira (21), a medida provisória

Fechar Menu