Homem conta em detalhes como agem os ladrões de gado na região de Patos de Minas

Os furtos de gado em fazendas da região de Patos de Minas têm ocorrido com frequência. O preço da carne nas alturas e os animais bastante valorizados parecem atrair os ladrões. Nesse final de semana, a Polícia Militar prendeu três homens que estariam furtando gado na região. Na delegacia, um deles contou em detalhes como ocorrem os crimes e relatou que chegou a furtar 8 animais em um único dia.


A prisão aconteceu depois que um pecuarista do município de Varjão de Minas denunciou o furto de uma novilha nelore, ocorrido em data anterior. Os policiais ainda estavam nas imediações, quando dois homens voltaram ao local. Eles foram surpreendidos no interior da fazenda da vítima em um veículo VW Gol, que seria usado nos furtos. Um segundo veículo VW Gol também foi visualizado nas imediações, mas o condutor e o passageiro fugiram a pé ao perceberem a chegada dois policiais.


Os dois homens, um de 37 anos e outro de 65 anos, foram levados para a Delegacia de Plantão e liberados. O terceiro suspeito, que havia fugido da abordagem, foi preso pela Patrulha Rural em uma chácara no município de Patos de Minas, próxima ao Trevo de Santana de Patos. O homem de 22 anos contou como ocorrem os furtos de gado.


Segundo ele, os ladrões de gado preferem as novilhas. Os animais são levados na parte de trás do próprio carro de passeio para não levantar suspeita. Se for preciso, eles fazem mais de uma viagem. O homem contou que chegou a furtar oito animais em uma única noite, sendo que todos os animais foram levados na traseira do carro de passeio.


Questionado sobre o destino dos animais, o homem disse que o objetivo é a carne. O gado roubado é abatido e vendido em quartos. Ele explica que, se é um animal maior, que não cabe no carro, o abate é feito na própria fazenda da vítima. Ele disse que os restos do animal são enterrados para não chamar a atenção dos urubus e que, muitas vezes,

O proprietário nem imagina que o animal foi furtado. Ao contrário dos outros dois suspeitos que foram liberados, o rapaz de 22 anos foi levado para o Presídio de Patos de Minas. Segundo a Polícia Militar, havia em desfavor um mandado de prisão pelo crime de homicídio.


Fonte: Patos Hoje 

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn