Foragidos da Justiça são presos em João Pinheiro após pedirem auxílio emergencial

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) prendeu 144 pessoas com mandados de prisão em aberto que solicitaram ou receberam o benefício do auxílio emergencial oferecido pelo governo federal por causa do enfrentamento à pandemia pelo novo coronavírus (Covid-19).

As prisões ocorreram durante a “Operação Desfalque” que aconteceu entre a última sexta-feira (12) e quarta-feira (17) em um trabalho conjunto da Diretoria de Inteligência da PMMG e do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

Os foragidos foram presos em 19 regiões de Minas Gerais. Em João Pinheiro foram duas pessoas presas das 144. Outras 6 pessoas que estavam com mandado de prisão em aberto indicaram o endereço no município de João Pinheiro, porém após diligências a Polícia Militar constatou que residem em outro município.

Os foragidos foram presos em 19 regiões de Minas Gerais. Em João Pinheiro foram presas 2 pessoas. Dos 144 presos em Minas, 140 tinham registros de ocorrências na PM e 82 deles tinham passagens por crimes violentos como  homicídio, roubo, extorsão, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, sequestro ou cárcere privado e estupro de vulnerável. Onze desses presos possuem pelo menos dez passagens pela polícia, sendo que um deles, possui 45 passagens por diversos crimes.

O Tempo

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Romeu Zema anuncia escala de pagamento

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, anunciou, nesta quarta-feira (28/10), a escala de pagamento dos servidores do Estado em novembro. A primeira parcela, com

Fechar Menu