Fiscalização do Procon-MG combate abuso de preços de alimentos em Coromandel

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Procon-MG, realizou uma fiscalização a estabelecimentos comerciais em Coromandel para apurar possíveis práticas abusivas na elevação dos preços de produtos que compõem a cesta básica, durante o período pandêmico do coronavírus.

Foram examinados os preços de mercado de produtos considerados fundamentais ao consumidor e os estabelecimentos notificados a apresentarem notas fiscais dos últimos 90 dias especificando a entrada e saída de mercadorias, como arroz, feijão, açúcar, óleo, leite, ovos e macarrão.

Recomendações já haviam sido expedidas pelo Procon-MG, orientando esses estabelecimentos a firmarem compromisso social e coletivo se abstendo de aumentar os preços de produtos que compõem a cesta básica e ainda sobre possíveis sanções caso tivessem práticas abusivas na marcação desses alimentos.

Conforme a lei que trata dos crimes contra a economia popular, é considerada abusiva a elevação superior a 20% nos preços.

A ação foi realizada na sexta-feira (8) e contou com o apoio das Polícias Civil e Militar, os quais analisaram conjuntamente nove empreendimentos.

Anderson Franque com informações MPMG

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Romeu Zema anuncia escala de pagamento

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, anunciou, nesta quarta-feira (28/10), a escala de pagamento dos servidores do Estado em novembro. A primeira parcela, com

Fechar Menu