Equipamento desenvolvido pela Nasa chega ao Brasil para ajudar no combate à dengue

Uma máquina, desenvolvida pela Nasa, promete atrair e matar o Aedes aegypti, mosquito responsável pela transmissão da dengue. O equipamento chegou ao Brasil nos últimos dias e alguns testes satisfatórios já foram feitos em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e outras cidades brasileiras. 

De acordo com Valdeir Reis, responsável pela distribuição dos equipamentos no Brasil, a máquina funciona como o corpo humano, simulando o calor, o cheiro da pele e a respiração. “Assim que o mosquito se aproxima, ele é sugado, eletrocutado e jogado em um compartimento para que o departamento de zoonose possa analisar qual tipo de mosquito foi capturado”. 

O equipamento é considerado mais vantajoso do que o fumacê por não oferecer riscos a outros animais que não sejam os que se alimentam do sangue humano. 

Em Minas Gerais, 165.853 casos de dengue foram registrados em 2019. A doença matou 21 pessoas – outros 66 casos estão em investigação, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

ITATIAIA

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Fechar Menu