Epidemiologia nega a existência de patenses infectados com variante Delta da Covid-19

A afirmação é da Vigilância Epidemiológica, através de nota emitida pela assessoria de comunicação da Prefeitura na tarde desta segunda-feira (13).

Não há confirmação de residentes no município de Patos de Minas infectados com a variante Delta da Covid-19. A afirmação é da Vigilância Epidemiológica, através de nota emitida pela assessoria de comunicação da Prefeitura na tarde desta segunda-feira (13).

De acordo o órgão, dois casos que estão sendo atribuídos ao município são, na verdade, de uma mulher de 44 anos e sua filha de 2 anos moradoras do Reino Unido. O período de quarentena de mãe e filha já foi encerrado, sem intercorrências.

Em apuração junto ao Governo de Minas Gerais, constatou-se que as infecções foram notificadas em Patos de Minas, no dia 2/8/2021, porque ambas visitavam parentes na região, tendo a mulher informado o endereço do irmão, que aqui reside. Portanto os casos são importados e não locais.

“A Epidemiologia ressalta que, como informado em nota anterior, em nenhum momento foi notificada pelo Governo estadual sobre confirmação de variante delta no município. A investigação foi feita por iniciativa de equipes do setor, uma vez que os servidores trabalham com responsabilidade, pautados pela verdade, e têm total interesse em esclarecer qualquer situação que venha a gerar dúvida ou questionamento”, conclui a nota.

Patos Hoje

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn