Edital do Enem 2019 é divulgado; provas acontecem em 3 e 10 de novembro

edital do Exame Nacionam do Ensino Médio (Enem) 2019 foi divulgado nesta segunda-feira (25) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O período de inscrição para o teste acontece de 6 a 17 de maio e as provas continuam acontecendo em dois domingos, que serão os dias 3 e 10 de novembro. 

A taxa para participar, que no ano passado foi de R$ 82, será de R$ 85. Ela deve ser paga entre 6 e 23 de maio, em agências bancárias, casas lotéricas e correios. Entre as novidades para a edição deste ano está a revista dos lanches levados pelos candidatos. A forma como essa conferência será feita e o motivo, no entanto, não foram especificados.

Em 2019 haverá, também, a possibilidade de surdos, deficientes auditivos e surdocegos de indicar, durante a inscrição, o uso do aparelho auditivo ou de implante coclear. Além deles, todos que precisarem de recursos de acessibilidade para a prova deverão solicitá-lo entre os dias 6 e 17 de maio.

Podem demandar auxílio pessoas com baixa visão, visão monocular, autismo, cegueira, deficiência física, deficiência intelectual, déficit de atenção, discalculia e dislexia. Já gestantes, lactantes, idosos e estudantes em classe hospitalar podem demandar atendimento específico. No mesmo período também deve ser feito um pedido para uso do nome social.

Aplicação

No primeiro domingo, 3 de novembro, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e ciências humanas e suas tecnologias com duração de 5h30. Já dia 10, segundo de avalização, será a vez das questões de ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias, com tempo máximo de 5h. 

Isenção

Entre 1º e 10 de abril, aqueles que fazem parte dos grupos que têm direito à isenção da taxa devem fazer a solicitação pelo sistema do Enem. Os documentos necessários para solicitação de isenção estão listados no anexo II do edital.

O participante que teve isenção no ano passado, mas faltou aos dois dias de prova deverá, também, preencher a justificativa de ausência. A relação de comprovantes aceitos para a explicação está disponível no anexo III. Informar dados falsos pode levar, inclusive, à eliminação no exame. 

Podem ter acesso ao benefício aqueles estudantes que estejam cursando o último ano do ensino médio na rede pública; candidatos que tenham cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada, com renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio; aqueles que declararem estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por serem membros de família de baixa renda, e que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). O resultado de aprovação ou não da isenção será informado em 17 de abril. 

Fonte: Hoje em Dia

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Fechar Menu