Denúncia de corpo jogado em cisterna em Patos de Minas mobiliza bombeiros e policiais

A perícia também foi acionada para verificar a veracidade dos fatos.

Uma denúncia de que haveria um corpo jogado no interior de uma cisterna no bairro Santa Luzia em Patos de Minas mobilizou integrantes da Polícia Militar, Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros na tarde desta terça-feira (19). A perícia também foi acionada para verificar a veracidade dos fatos. Depois de horas de trabalho, nada foi encontrado e as buscas foram interrompidas.


Segundo informações, era por volta de 15h30 quando a Polícia Militar abordou um indivíduo e, durante a abordagem esse indivíduo teria falado para os militares que o corpo de um homem, que está desaparecido desde janeiro, estaria em uma cisterna dentro de uma casa no Bairro Santa Luzia. Diante disso, os policiais foram para a casa verificar. Mas ao chegar na residência, uma situação chamou a atenção dos militares.

No canto da sala há um alçapão que leva para uma espécie de cômodo secreto no subsolo da residência. Segundo as autoridades, esse cômodo secreto possui tamanho considerável para que as pessoas fiquem em pé dentro dele. E foi nesse cômodo que os militares encontraram a cisterna. A Perícia da Polícia Civil foi acionada e o delegado de homicídios, Luís Mauro Sampaio, também foi até o local.
Militares do Corpo de Bombeiros também foram acionados para tentar encontrar o corpo no interior da cisterna. Depois de muitas horas de buscas, os trabalhos foram interrompidos e nenhum corpo foi encontrado. O proprietário da residência e o último inquilino ficaram detidos pela Polícia Militar até o encerramento das buscas. Segundo a PM eles seriam liberados em seguida.

Patos Hoje

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn