DENGUE – Vazante não confirma novos casos prováveis, conforme novo relatório da SES-MG

A Secretaria de Saúde do Estado (SES-MG) divulgou na semana passada, 15/09, o Boletim Epidemiológico de Monitoramento dos casos de Dengue, Chikungunya e Zika. Os dados são referentes a totalidade do estado de 1º de janeiro ao final da primeira quinzena de setembro.

De acordo com o boletim, Vazante permanece com 21 casos prováveis de dengue e sem óbitos pela doença. Até o momento, o município não apresentou casos prováveis de chikungunya ou zika em 2021.

Mesmo sem apresentar alto índice de infestação, é importante que a população fique atenta e promova ações de combate ao mosquito transmissor neste período.

Na região, Guarda-Mor aparece com 6 casos prováveis de dengue, Lagamar com apenas 2 casos e Lagoa Grande não tem casos prováveis. Apenas Guarda-Mor apresenta registro de caso provável de Chikungunya. Nenhum dos municípios tive registros de zika.

A macrorregião de saúde Patos de Minas aparece 8 pontos no índice de incidência, sendo classificada como baixo risco, conforme resultado do monitoramento dos indicadores por macrorregião.

Minas Gerais

Até 14/09, Minas Gerais registrou 21.753 casos prováveis (casos notificados exceto os descartados) de dengue. Desse total, 14.189 casos foram confirmados para a doença. Foi confirmado 5 óbitos por dengue em Minas Gerais até o momento.

Em relação à Febre Chikungunya, foram registrados 6.211 casos prováveis da doença e, desse total, 5.217 casos foram confirmados. Foi confirmado 1 óbito por chikungunya em Minas Gerais até o momento.

Já em relação à Zika, foram registrados 94 casos prováveis e, desse total, 22 confirmados. Não foram confirmados óbitos por zika em Minas Gerais até o momento.

Por Anderson Franque / Montanheza FM 93.5

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn