Dengue tem epidemia de três em três anos; Professor explica os motivos

Os dados da Secretaria Estadual de Saúde mostram que os caos de dengue confirmados e suspeitos em Minas chegou em 100 mil apenas nos primeiros três meses deste ano. Um indicativo de que um novo surto, como os registrados nos anos de 2010 e 2013 e 2016, está a caminho.

Dados mostram de forma curiosa que os casos de dengue costumam explodir a cada três anos.

Em 2010 foram mais de 212 mil casos, em 2013 foram mais de 414 mil casos e em 2016 o número total foi de 519 mil casos de dengue.

De acordo com o professor do departamento de microbiologia da UFMG, Flávio da Fonseca, esse ciclo tem uma explicação que passa, inclusive, pelas características do vírus.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, até o momento, 2019 segue a tendência de anos epidêmicos, no entanto com menor intensidade do que as duas últimas epidemias registradas.

Dengue Vazante

Como divulgamos na segunda-feira (8), Vazante registrou 423 casos suspeitos em 2019, de acordo com a nova atualização divulgada pela Prefeitura. Destes, 138 casos deram positivo e 28 negativos, 255 ainda estão em investigação aguardando o resultado laboratorial. Um óbito pela doença foi confirmado e outro descartado em 2019.

Vale lembrar que os números já não são os mesmos depois três dias e devem ter aumentados.

Na ocasião, a Vigilância Epidemiológica do município informou que não há registros de Zika e febre Chikungunya.

(Por Anderson Franque – Com informações Rádio Itatiaia)

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Fechar Menu