Concurso do IBGE para Censo 2020 oferece mais de 1,5 mil vagas em cidades do Triângulo e Alto Paranaíba

Oportunidades são para trabalho temporário nas funções de recenseador e de agente censitário. Há vagas para Uberlândia, Uberaba, Ituiutaba, Frutal, Patos de Minas e Araxá.

Uberlândia, Uberaba, Ituiutaba, Frutal, Patos de Minas e Araxá têm mais de 1.500 vagas de empregos temporários abertas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para a realização do Censo Demográfico 2020. As inscrições vão até 24 de março (veja mais abaixo como se inscrever).

Há oportunidades para a função de recenseador, com remuneração paga por produtividade; para agente censitário supervisor, com remuneração de R$ 1,7 mil; e para agente censitário municipal, com remuneração de R$ 2,1 mil.

Esses profissionais irão trabalhar na coleta de informações do Censo 2020, entrevistando os moradores de todos domicílios brasileiros. O quadro com a distribuição das vagas oferecidas em cada uma das cidades pode ser consultado no site do IBGE.

O instituto estima receber quase 2 milhões de inscrições e prevê que os selecionados sejam contratados a partir de 15 de junho. Veja mais abaixo as regras de cada um dos concursos.

Concurso IBGE: vagas no Triângulo e Alto Paranaíba para o Censo 2020

CidadeRecenseadorAgente censitário supervisorAgente censitário municipal
Uberlândia627 vagas80 vagas4 vagas
Uberaba306 vagas40 vagas3 vagas
Patos de Minas141 vagas19 vagas2 vagas
Ituiutaba98 vagas14 vagas1 vaga
Araxá93 vagas12 vagas2 vagas
Frutal57 vagas7 vagas1 vaga
Total1.322 vagas172 vagas13 vagas

Regras do concurso para recenseador

Para disputar as vagas para a função de recenseador, o candidato precisa ter o ensino fundamental completo. Para esta função, a remuneração será por produção, de acordo com o número de domicílios visitados e questionários respondidos.

Os profissionais contratados temporariamente também terão direito a férias e 13º salário proporcionais. Veja aqui o edital.

A previsão de duração do contrato é de até três meses, podendo ser prorrogado mediante necessidades de conclusão das atividades do Censo e de disponibilidade orçamentária.

O recenseador não terá horário fixo de trabalho. A recomendação, porém, é de que o concursado dedique ao menos 25 horas por semana, inclusive nos feriados e finais de semana.

IBGE

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Romeu Zema anuncia escala de pagamento

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, anunciou, nesta quarta-feira (28/10), a escala de pagamento dos servidores do Estado em novembro. A primeira parcela, com

Fechar Menu