Câmara dos Deputados aprova MP do pente-fino no INSS

O resultado final da votação na Câmara sobre a MP 871 foi: 249 votos a favor, 123 contra e 2 abstenções.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (29) a Medida Provisória 871 do pente-fino no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O texto agora segue para análise do Senado Federal.

A MP pode gerar economia de até R$ 9,8 bilhões em seu 1º ano, segundo o governo do presidente Jair Bolsonaro. Mais de 5,5 milhões de benefícios pendentes de análise por irregularidade devem ser revisados.

O texto também modifica regras para a concessão de aposentadoria rural, acabando com o papel de sindicatos no cadastro do trabalhador do campo, com objetivo de coibir fraudes.

Presentes no plenário da Câmara, o secretário especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, e outros membros do governo comemoram a aprovação, apesar das modificações em parte do texto, informa o Estadão.

A matéria precisa ser votada no Congresso Nacional até o dia 3 de junho ou perderá validade. Os senadores tentarão votar o projeto nesta quinta-feira (30).

Estadão

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Senado aprova MP da Liberdade Econômica

Proposta enviada pela Câmara permitia trabalho aos domingos e feriados com regras diferentes da CLT. O Senado Federal aprovou, nesta quarta-feira (21), a medida provisória

Fechar Menu