Buscas pelo homem que atirou e deixou seis feridos em boate em Patos de Minas continuam

Pelo menos três pessoas que auxiliaram o atirador na fuga foram presas pela Polícia Militar.

A Polícia Militar comunicou na manhã desta segunda-feira (06) que ainda não cessou as buscas pelo homem que abriu fogo em frente a uma boate em Patos de Minas na madrugada de sábado (04). Ele já foi identificado, mas o seu paradeiro ainda é incerto. Pelo menos três pessoas que auxiliaram o atirador na fuga foram presas pela Polícia Militar.

O crime aconteceu na madrugada de sábado (04). Imagens mostram o atirador parando o carro em frente à boate na rua José de Santana. Ele desce e atira várias vezes. Após os disparos, o homem entra no carro e foge. Ele segue pela rua José de Santana, vira na avenida Getúlio Vargas e vai em direção à saída da cidade, até perder o controle da direção, sair da pista e abandonar o carro nas proximidades do Trevo da Pipoca.

O homem que efetuou os disparos é conhecido como Thiaguinho. Ele já foi identificado pela Polícia Militar e continua sendo procurado, conforme nota enviada nessa manhã. “A respeito da ocorrência na madrugada do dia 04/06, em uma boate em Patos de Minas, a Polícia Militar desde o acontecimento dos fatos realiza diversas ações para localização e prisão do autor. Equipes policiais continuam em diligências e não cessarão o rastreamento para sua apresentação à autoridade de polícia judiciária”, informou.

Além de Thiaguinho, autor dos disparos, a Polícia também investiga as duas mulheres presas pela Polícia Militar por darem fuga ao atirador e outro homem que também teria contribuído com ele. Este segundo suspeito é que teria acionado o guincho para retirar o veículo abandonado por Thiaguinho.

Motivação do crime

A Polícia Civil também já sabe a motivação do crime. O Delegado de Homicídios, Luiz Mauro Sampaio, está isolado em decorrência da Covid-19, mas segue trabalhando no caso. Segundo ele, o alvo dos disparos era um homem da cidade de Carmo do Paranaíba que estava no interior da Boate e que teria se desentendido com Thiaguinho instantes antes.

A vítima foi atingida na perna e levada para Carmo do Paranaíba por amigos. Ele só foi localizado mais tarde e, por isso, o número de vítimas subiu de cinco para seis. Em conversa com a polícia, esta vítima informou que chegou a pedir desculpas por ter esbarrado em Thiaguinho dentro da boate, mas recebeu ameaça de morte. O homem disse ainda que saiu da boate já com medo de que algo aconteceria.

Denúncias pelo 181

A Polícia pede às pessoas que tiverem informações sobre o paradeiro do atirador que denunciem pelos canais das forças de segurança 190 ou 181. A identidade do denunciante será preservada.

Patos Hoje

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn