Bolsonaro inclui mães adolescentes no auxílio emergencial

O texto anterior considerava que uma das condições para receber o auxílio era ter mais de 18 anos.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, alterou, nesta quarta-feira (17), o decreto que define a base do Cadastro Único, utilizada para pagamento do auxílio emergencial de R$ 600

medida¹ foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). Entre as alterações, está incluída a previsão de pagamento para mães adolescentes com idade de 12 a 17 anos.

Anteriormente, o texto considerava que uma das condições para receber o auxílio era ter mais de 18 anos. Com a nova redação ficou: 

“I – tenha mais de dezoito anos de idade, salvo no caso de mães adolescentes”

O período de validade da parcela do auxílio também sofreu alteração. Antes era de 90 dias e, agora, passa a ser de 270 dias, contado da data da disponibilidade da parcela, disponível no calendário de pagamentos.

RENOVA

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Fechar Menu