Boletim Epidemiológico da SES/MG aponta 9 casos prováveis de dengue em Vazante

A Secretaria de Saúde do Estado (SES-MG) divulgou, na quarta-feira (03), o Boletim Epidemiológico de Monitoramento dos casos de Dengue, Chikungunya e Zika. Os dados são referentes a 1º de janeiro a 03 de março de 2022.

De acordo com o boletim, Vazante registrou 9 casos prováveis de dengue até o momento, mas sem óbitos pela doença. Não há notificação de casos prováveis de chikungunya ou zika. Os dados são parciais e estão sujeitos à alteração, conforme a rotina de notificação.

Na região, Lagamar aparece no relatório da SES-MG com 1 caso provável da doença, Guarda-Mor com 5 e Lagoa Grande com 0. Nenhum dos municípios apareceu com registros de casos prováveis de chikungunya ou zika.

Minas Gerais

Até 3/3, Minas Gerais registrou 7.499 casos prováveis (casos notificados exceto os descartados) de dengue. Desse total, 2.626 casos foram confirmados para a doença. Um óbito foi confirmado pela doença em Minas Gerais, e quatro óbitos são investigados até o momento.

Em relação à febre Chikungunya, foram registrados 471 casos prováveis da doença, dos quais 47 foram confirmados. Até então, não há nenhum caso de óbito confirmado, ou mesmo investigado, por Chikungunya em Minas.

Quanto ao vírus Zika, foram registrados 12 casos prováveis, sendo 2 confirmados para a doença. Também não há óbitos por Zika em Minas Gerais até o momento.

Por Anderson Franque com informações Secretaria de Estado de Saúde

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn