Baixa procura por vacinação contra gripe preocupa governo de Vazante

Em avaliação ao desempenho da campanha de vacinação contra a influenza, a Secretaria Municipal Saúde mostra preocupação quanto a baixa procura. De acordo com dados oficiais do município, o grupo prioritário está distante de atingir a meta estabelecida.

A situação tem se agravado a cada ano. Um dos fatores, é a falta de informações seguras e fidedignas da população. Ela, muitas vezes, tem acesso a falsas notícias, que desaconselham à vacinação, atribuindo que esse tipo de campanha faz parte de conspiração dos governos e tal. As falsas informações fazem com que, principalmente os pais, fiquem receosos de vacinarem seus filhos.

As vacinas da gripe são trivalentes, ou seja, imunizam contra três tipos de vírus diferentes. A composição da vacina é recomendada anualmente pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com base nas informações recebidas de todo o mundo sobre a prevalência das cepas circulantes. Dessa forma, a cada ano a vacina da gripe muda, para proteger contra os tipos mais comuns de vírus da gripe naquela época.

Neste ano, a grande novidade é a ampliação da vacina para as crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias). Também fazem parte do público elegível para vacinação, adultos com 60 anos ou mais de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Para vacinar, basta comparecer em qualquer uma das UBS’s do município, munido da caderneta de vacinação até 31 de maio.

Correio Regional

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Fechar Menu