Arsenal de ladrões de banco é usado em guerras pelo mundo; Grupo usou até metralhadora antiaérea

O grupo suspeito de assaltar uma agência do Banco do Brasil, em Uberaba (MG), na madrugada de hoje, usou até uma metralhadora utilizada para derrubar aviões no crime. A Polícia Militar apreendeu uma metralhadora .50, usada pelo Exército dos EUA, e mais 10 fuzis, além de centenas de munições.

Na ação, uma pessoa morreu e outra ficou ferida. As duas vítimas eram civis e não tiveram a identidade revelada pela Polícia Militar. No total, dez suspeitos de participação no assalto foram presos após uma perseguição que chegou a ter sete reféns (quatro homens, uma mulher e duas crianças) sendo usados como escudos humanos, de acordo com a polícia. A negociação para libertação dos reféns durou mais de duas horas.

Segundo a investigação, os sete reféns moram na mesma fazenda e foram capturados enquanto os criminosos estavam em fuga.

Parte do grupo que agiu nesta madrugada está foragido e a polícia fez bloqueios em estradas, além de utilizar helicópteros da Polícia Militar.

Os suspeitos que foram presos serão encaminhados para serem ouvidos pela Polícia Civil, na sede da 5ª Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp) e depois vão para o presídio.

A ação ocorrida na madrugada assustou os moradores da cidade. É possível ouvir muitos tiros em vídeos publicados por moradores nas redes sociais. As imagens mostram a movimentação de diversos veículos, um deles com um homem amarrado –A PM não pôde confirmar ainda a veracidade dessas imagens.

Inicialmente, a PM havia informado que uma agência do Banco Itaú também teria sofrido a tentativa de assalto. O Itaú no entanto informou que a agência apenas foi atingida por disparos decorrentes do assalto ao Banco do Brasil.

Em nota, o Banco do Brasil informou que está colaborando com a polícia para a elucidação do ataque e disse que “mantém soluções de segurança e estrutura dedicada à mitigação dos efeitos de ataques criminosos às suas dependências. Esses mitigadores contribuíram para retardar a ação dos bandidos”. “O Banco avalia os danos causados às estruturas da dependência e apura possíveis prejuízos. Os vigilantes envolvidos no caso passam bem e foram conduzidos preventivamente ao Pronto-socorro”, diz o comunicado.

O prefeito de Uberaba, Paulo Piau, se manifestou nas redes sociais lamentando o ocorrido. Ele informou que “aulas e transportes públicos suspensos. A Prefeitura tem 9 mil servidores

UAI.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Fechar Menu