Araguari também registra caso suspeito de hepatite aguda infantil; criança está internada em Uberlândia

Informação da Secretaria de Saúde de Uberlândia foi divulgada no início da noite desta quinta (26). Pela tarde, menino de 8 anos, morador de Uberlândia, foi transferido para tratar a mesma doença em SP.

Araguari também apresenta um paciente com suspeita de hepatite aguda infantil. A informação foi dada pela Secretaria Municipal de Saúde de Uberlândia, por meio da Vigilância Epidemiológica (Vigep), no início da noite desta quinta-feira (26). A criança, conforme nota enviada à imprensa, estaria internada em Uberlândia.

Nenhum detalhe adicional, no entanto, foi informado. No texto enviado, a pasta informou que “por se tratar de casos prováveis de Hepatite de Etiologia a Esclarecer, cuja causa ainda é desconhecida pela comunidade científica internacional, a Vigep fez a coleta de amostras e encaminhou à Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG)“.

Mais cedo, um outro caso, de uma criança de 3 anos, moradora de Uberlândia, já havia sido informado. O menino foi transferido para o Hospital de Clínicas da Universidade de São Paulo (HC-USP), em São Paulo, no início da tarde, onde será avaliado e, caso necessário, passará por um transplante de fígado.

Já a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou que 12 casos sugestivos de hepatite aguda de etiologia desconhecida foram notificados até a quarta-feira (25). Desses, quatro casos foram descartados, três classificados como suspeitos e cinco seguem em investigação.

Os casos em investigação são nos municípios de Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia (2) e São João Del Rei, onde os pacientes aguardam a entrega de resultado de exames. Há também outros dois suspeitos em Juiz de Fora e Belo Horizonte (2). Três foram descartados, em Montes Claros, Divinópolis e Lagoa Santa.

G1

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn