Amapar já comunicou o governo que os municípios não seguirão o Minas Consciente e aguarda notificações

O presidente da entidade, Cesar Caetano, disse que enviou ofício ao governador, Romeu Zema, no último sábado

A Associação dos Municípios da Microregião Alto Paranaíba (Amapar), já comunicou ao governador Romeu Zema que não seguirá as determinações impostas na onda roxa do Minas Consciente. Os prefeitos que compõem a associação decidiram em conjunto pela flexibilização das medidas. O Ministério Público disse na sexta-feira que está atento aos descumprimentos.

O presidente da entidade, César Caetanto, disse enviou ofício ao governo de Minas Gerais no último sábado, sobre a decisão de flexibilização e que até a manhã desta segunda-feira (22), as prefeituras não tinham sido notificadas pela Procuradoria do Ministério Público Estadual. Apesar de impositiva, a semana começou com medidas diferentes das previstas na onda roxa, entre os 18 municípios que compõe a Amapar. Os prefeitos resolveram flexibilizar depois de determinar as próprias recomendações e até mesmo de seguir a fase restritiva por 15 dias.

Mas o Estado disse que está de olho nos prefeitos que descumprirem as imposições. “Diante do caráter impositivo da Deliberação 130, os municípios não podem escolher não aplicar, ou aplicar parcialmente, as medidas da onda roxa. O Estado irá informar o Ministério Público sobre os municípios que não adotarem as medidas da onda roxa”, diz o comunicado do Minas Consciente.

No entanto, além de informar ao MP sobre o não cumprimento das regras, o governo de Minas informou também, que manterá diálogo, conciliação e outras tratativas com os prefeitos.

Patos Já

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn