Advocacia Geral do Estado vai acionar o MP após militar ameaçar matar Romeu Zema

A Advocacia Geral do Estado vai entregar nesta terça-feira com uma representação no Ministério Público Estadual contra o tenente-coronel da reserva, Domingos Sávio de Mendonça, que ameaçou o governador Romeu Zema (NOVO) de morte. O documento será encaminhado ao procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet. 

Em áudio que circula nas redes sociais, o militar faz a ameaça por causa do atraso no pagamento de salário dos servidores.“Se vocês não têm coragem, são covardes. Eles estão armando pra me ferrar, podem me ferrar, tem vários processos na Justiça, que a maçonaria vai me matar, mas tem que me matar, porque se não me matar eu mato o Romeu Zema, eu mato o Romeu Zema porque a injustiça aí. Eu sou um homem de bem, meus filhos, meu pai e meus irmãos sabem que eu sou um homem de bem. Então, eu matarei Romeu Zema”, disse em parte do áudio gravado na última sexta-feira (23).

No sábado (24), ele divulgou um vídeo na tentativa de se retratar. “Está circulando um áudio que eu gravei ontem, aquilo tudo lá é minha voz, eu assumo tudo o que eu falei… em relação a essa questão de matar o governador. Eu realmente já pensei isso, cogitei várias vezes… Ah, mas você vai matar o governador? Não, não vou não. Não vou porque é isso que vocês querem. Vocês querer me ver tirando 30 anos de cana. Agora o governador, os deputados e todos os senhores que estão aí ó, usando de mordomias, distribuem dinheiro aí ó R$ 15 milhões de verbas orçamentárias, R$ 5 milhões”.

A Polícia Militar afirma que vai tomar as medidas cabíveis e avaliar se a conduta do vídeo e do áudio, divulgados nas redes sociais, fere o código de ética. 

ITATIAIA

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Fechar Menu