Adolescente denuncia padrasto por estupro em Lagoa Grande

Um homem é suspeito de abusar sexualmente de uma adolescente em Lagoa Grande. Ela diz que o suspeito, seu padrasto, começou o assédio antes de seus 15 anos. A vítima e a mãe registraram um boletim de ocorrência na Polícia Militar (PM).

De acordo com a ocorrência policial a adolescente relatou que antes dos seus 15 anos, o padrasto, 30 anos, o assediava querendo manter relação sexual, e que aos 15 anos, ela acabou consentido e perdeu a virgindade.

A adolescente atualmente com 17 anos, relatou a PM que aos 16 anos, ela acordou com o suspeito na cama dela querendo manter relação sexual sem seu consentimento, porém ele teria a segurado e mantido relação com penetração vaginal. A vítima acrescentou que o suspeito sempre continuou insistindo para manter relação com ele.

Segundo a mãe da vítima, ela tomou conhecimento do assédio e da relação do marido com a filha, quando ela tinha 15 anos, porém nunca procurou a polícia ou comentou com outras pessoas por medo que o marido matasse sua filha. Além disso, ela tem mais 5 filhos com o marido e depende financeiramente dele. E que só procurou a polícia porque não aguentava mais viver nessa situação.

Ainda segundo a ocorrência policial uma amiga acolheu a mãe e os filhos em sua casa. A ocorrência foi registrada no final do mês de agosto de 2020, na ocasião o suspeito não foi localizado. O crime está sendo investigado pela Delegacia da Polícia Civil de Presidente Olegário.

Fonte: PO Hoje

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Fechar Menu